domingo, 18 de dezembro de 2011

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011



o medo da solidão nos inibe os altos vôos
melhor seria nos entregarmos à ela
em dança...
certamente nos encontraremos solitários
bailarinos
senhores de nós mesmos
enfim, amando-nos todos
verdadeiramente...

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

BONS ARES...


A Maison MARIAH, em Foz do Iguaçu, está com cheirinho novo... Como me contou Ariane, a proprietária da loja, foram meses de pesquisa até chegar no aroma ideal, que falasse mais sobre a proposta que ela tem para seus clientes, uma fragrância agradável, suave, muito feminina e inesquecível, não é um “cheiro qualquer", identidade é fundamental!  O  “Marketing Olfativo” começou com a “alta-costura” (quem não conhece o CHANEL nr5?) e de lá para cá, vem sido item importantíssimo na elaboração do Marketing das maiores e melhores empresas, pois sabemos que o sentido olfativo está diretamente ligado ás nossas emoções! No Brasil começou a ser valorizado há apenas 10 anos!
Eu adorei a novidade! Visitar a loja ficou ainda mais agradável, além dos acessórios de extremo bom gosto,  o cheirinho especial,  que está a disposição para venda em um charmosérrimo frasco, podemos escolher as peças ao som de Amy Wynehouse! Quer mais?

Participe da promoção deixando um recado carinhoso no mural da Maison Mariah e concorra à um FRASCO do delicioso cheirinho MARIAH!

ACESSE E DEIXE SEU RECADO!
(CONCORRA A UM HOME SPRAY MARIAH)  ** promoção válida até dia 26/10/2011


BOA SORTE!





MARIAH Acessórios
Rua Almirante Barroso, 1293 fone 3028 4002

terça-feira, 27 de setembro de 2011

OFICINA DE TEATRO - uma experiência cênica


Sempre compartilhei a idéia de que “TEATRO é o local onde se discute a condição humana”, é a partir deste pensamento, que proponho uma “oficina” para que possamos experimentar juntas algumas possibilidades cênicas,  redescobrindo, reinventando outras formas de “estarmos no mundo”. A proposta é direcionada à mulheres acima de 16 anos, que estejam dispostas a dividir experiências “poéticas”, lançando mão de meu trabalho como atriz e diretora de produção profissional e das “referências pessoais” de cada aluna/atriz.
A PROPOSTA está focada no desenvolvimento do trabalho de “ator”,
seus movimentos, sua voz, sua sensibilidade, através de exercícios e experimentações que favoreçam novas maneiras de perceber o mundo e se relacionar com ele,  inserindo um trabalho paralelo com registros fotográficos. Convido à todas para este “convívio” e aprendizado mútuo – bem vindas ao grupo!

Início em outubro – dois encontros semanais!

INFORMAÇÕES: (45) 3028-6050

 Breve Curriculum

ESCOLARIDADE – Ensino Fundamental – Colégio Sagrado Coração de Jesus

                                 Ensino Médio – Secretariado Executivo – Col. Sagrado Coração Jesus                                                

                                 Terceiro Grau -  conf. segue abaixo

Formada pelo SATED/PR DRT Atriz 14852 liv 62 fl 78v  e DRT Diretora de Produção 13174 liv 54 fls 39.  e  Escola do Ator Cômico (MÓDULOS: Improvisação, Comedia Dell’ Arte, Máscaras, Clown, Texto e Gesto, Interpretação) com sede em Curitiba. Cursou  a Faculdade de Educação Musical do Paraná – Licenciatura em Música (3 anos)  e Faculdade de Artes do Paraná Bacharelado em Direção (3 anos)





A PARTIR DE 1996 -  Membro da Sociedade dos Clowns Vivos – onde desenvolveu teatro para espaços alternativos participando de diversos festivais como Festival de teatro Florianópolis, Festival Internacional de Lages e Festival de Teatro de Curitiba , cursos de malabares com Daniel Alegretti,  acrobacias de solo com Juan Volguemann (Argentina), Violência em cena e Teatro sobre “Zancos”  com Hector Tomaino (Argentina). Membro do “Grupo Resistência de Teatro” – onde desenvolveu trabalhos de pesquisas de linguagens cênicas, produção de textos e contato com profissionais como Fernando Peixoto e Guilherme BonfanttI, participando de festivais em Campina Grande, Ouro Preto e Festival Universitário de Antonina como atriz, produtora, operadora de som e luz e  espetáculos como: Paredes de Vento, A grande Caixa de Pequena Histórias, O Tempo e o Lugar, Sallenger, Killer Disney (co-produção com a  Cia Sátyros), Adeus Robinson e Histórias de Viajantes. Participou como atriz de eventos como Ciclo de Leituras Dramáticas no Teatro da Caixa e espetáculos como “Elogio à Loucura” e “A Empresa ou A Possessa”. Trabalhou como Diretora de Produção para instituições em Curitiba, como Secretaria de Estado da Cultura (Paraná)  (Feira Interamericana do Livro  e Festival de Musica Antiga) Universidade Federal do Paraná – ao lado de Hugo Mengarelli – “ O Incrível Retorno do Cavalheiro Solitário” – (Troféu Gralha Azul) e “Coroa de Orquídeas”  Fest Cine e Vídeo como diretora de espaço no Instituto Goethe e para grupos Independentes de Teatro e Música (como Grupo FATO e Cia Sultil). Dirigiu espetáculos como “A Espera em Três Quadros”,  “Meu  Querido Clown” e “O Caso do Vestido”.  Trabalhou como atriz e coordenadora do grupo de pesquisas da linguagem CLOWN com alunos da FAP, no Teatro da Cia, atual Celeiro Produções. Participou como aluna de cursos de literatura dramática Americana e Européia no Solar do Rosário e História da Arte no Museu Alfredo Andersen. Como produtora independente trabalhou ao lado de diretores reconhecidos nacionalmente  como: Flávio Stein, Felipe Hirsch,  Mauricio Vogue,  Marcio Abreu e Marcelo Marchioro. Foi aluna de Direção do Professor e Diretor Paulo Biscaia Filho e do premiado Sonoplasta Chico Nogueira.  Atuou, na cidade de Medianeira/Pr, trabalhando com o PETI ( Programa para erradicação do trabalho infantil)  junto a Secretaria de Cultura da cidade de Medianeira –PR , como Coordenadora Artística e responsável pela oficina de Teatro na Sociedade Filantrópica Semear,  onde desenvolveu um projeto para formação de uma biblioteca (hoje com 7.000 livros à disposição dacomunidade) e “Semeadores do Futuro” contemplado pelo programa “Criança Esperança” no ano 2008, Produziu e Dirigiu Espetáculos como: “Sementinha e o Auto de Natal” (TEXTO E DIREÇÃO), “Sementinha vai à Biblioteca” (TEXTO E DIREÇÃO), “O Homem Bomba” (teatro de rua – texto e direção), “Semeadores de Sonhos” (texto e direção – participação como convidado no Festival de Teatro de Foz do Iguaçu) e Colégio Estadual João Manoel Mondrone participando do festival FERA do Governo do Estado como autora e diretora dos espetáculos: “Cadeira Numero 20” e “Loucos pelo Paraná” ( teatro para espaços alternativos). Desenvolve projetos para teatro junto à iniciativa privada – com objetivo de formação de platéia  e incentivo à leitura.   Atua ao lado do fotógrafo Beto Prestes como diretora de arte dos ensaios fotográficos, ,   fundadora, ao lado de alguns alunos/atores o CLUBE DA RISADA. Em Campo Grande ministrou a Oficina de confecção de máscaras para o Grupo de Teatro da UFMS - Curso de Extensão, participou do “SESC DRAMATURGIA” edição 2008 e da “Oficina de Teatro de Animação” com o Grupo SOBREVENTO /SP, no Pontão de Cultura Guaicuru.
           

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

"...ligeiramente antropofágica..."



         Na noite de ontem, 18/08,  aconteceu, no Salão de Eventos da Fundação Cultural de Foz do Iguaçu, o lançamento do livro  Cronópio Godot, da poeta iguaçuense Jeane Hanauer. Quem esteve presente pode compartilhar momentos inesquecíveis para a história da produção literária na cidade. Jeane falou de sua trajetória e de seu “caso” de amor eterno com a palavra, suas inquietações, suas dores, suas dúvidas, sua embriaguez, como fica bem explicito em sua poesia genuinamente confessional, verdadeira, envolvente e perturbadora!
        Pedro Bandeira, escritor de suma importância no cenário nacional (Pedro já vendeu mais de 22 milhões de livros, coleciona prêmios e hoje é o autor preferido de crianças adolescentes e educadores), autor do prefácio de Cronópio, esteve prestigiando e homenageando com suas generosas e delicadas palavras (e presença)  nossa poeta. Uma reunião “quase” íntima, com poucas, porém especialíssimas presenças de amigos e colegas  também escritores, com destaque para a participação de Adelino de Souza – Diretor/Presidente da Fundação Cultural – que surpreendeu e emocionou à todos, recitando um poema de Jaime Caetano Brown, seu presente para Hanauer – singelas atitudes tocam nossa alma frágil e sedenta de calor (que delicadeza!). Assim passaram-se as horas, regadas a um bom vinho, sonoplastia de primeira, Willian Nunes e Yuri Amaral, trazendo as deliciosas presenças de Villa Lobos e Yann Tiersen    ao piano,  Orquídeas do “PARAÍSO”  e o mistério inebriante e tempestuoso da poesia e da palavra em cada olhar. Ainda acredito que esta cidade, Foz do Iguaçu, possa ser notícia nacional pela produção artística de seu povo e não pelos fatos trágicos e acontecimentos policiais.  Já temos o queijo, saborosíssimo sendo preparado e sobrevivendo, por absoluta teimosia, nas alcovas, agora resta aos “detentores das facas", terem a elegante atitude de cortá-lo... Sucesso sempre e muita inspiração para Jeane Hanauer!            

 Jeane Hanauer

Pedro Bandeira & JeaneHanauer

Yuri Amaral interpretando "Yann Tiersen"

Nilton Bobato&Jeane Hanauer

Adelino de Souza - Diretor/Presidente da Fundação Cultural
William Nunes interpretando "Villa Lobos"

JeaneHanauer & Tenn Simioni


Dr. Renato & Alex Schorsch, brindando GODOT...




o escritor Pedro Bandeira & Joane Vilela (Secretária Municipal deEducação)

Lindas orquídeas do "Paraíso das Orquídeas"

Jeane Hanauer, autografando seu "Cronópio Godot"

FUGAS
Fujo para lugar nenhum
todo dia.
Elaboro planos de fuga,
disfarces,
rotas,
esconderijos.
Cavo túneis subterrâneos
e nada:
volto, pródiga, ao poema.
(Jeane Hanauer em "Cronópio Godot")


Paraiso das Orquideas 
(45 3529 0100)

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

espasmos...

"Abriu os olhos, contemplou o relógio despertador e mesmo sem sair da cama, alcançou o copo com o liquido escuro que resultou do maceramento de fumo tirados de dois cigarros MALBORO com meio copo de água  que havia minuciosamente preparado na noite anterior e em sua solteirice, tragou em goles largos, doses  de esperança e  veneno. Após ânsia, fechou os olhos e novamente adormeceu..."

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

o dito pelo não dito...

Há um "hiato" entre os verbos do ditado "vivendo e aprendendo" muito bem difarçado pela quase insignificante presença do "e" (= QUEBRANDO A CARA, SE F... , SENDO APUNHALADO")

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

UmTeatro para "iniciados"

É o que propõe o "TEATRO DO EXCLUIDO" com o espetáculo GUIZOS que está em cartaz no Teatro da Lupah aos sábados e domingos aqui em Foz do Iguaçu. Estive entre os "doze" (número máximo de espectadores por sessão) neste sábado dia 30 e pude conferir a produção "bem cuidada" e "econômica" , num bom sentido, tudo com "cara" de teatro profissional, também, no melhor sentido, não sabendo se todos os envolvidos  o são. Um "espetáculo"que prima pela palavra, dita de forma quase sempre "linear" (esboça intenções, talvez "intencioanlmente") pelo único ator em cena Gabriel Pasini. Não é interativo, embora, algumas vezes o texto coloca, nós espectadores, como os "fantasmas" do personagem e quebra a "quarta parede", através da força da palavra o que causa um certo "desconforto", já que somos pegos de "surpresa" dentro daquela situação "inesperada" e "incômoda" , sem olhos e com a boca costurada! Um personagem-narrador, transita entre a lucidez e a insanidade, lembrando muito a temática de Egar Allan Poe e uma interpretação muito bem marcada, coreografada, precisa, nada convencional, assim como o espaço, assim como o Teatro deve ser, livre e verdadeiro. É um alívio, de certo modo, saber que aqui, existem pessoas que estão dispostas a experimentar outras formas de se fazer teatro, talvez "nova" na região, mas que está sendo feito e visto em outras cidades, em outros estados, em outros países, em detrimento dos "enlatados e do besteirol" . Um Teatro  "provocador", que nos dá outras opções, que sugere outros caminhos, que permite outras experiências, que acima de tudo, ao que parece, busca a "transformação", em minha opinião, a principal caracteristica da Arte. Iluminação e sonoplastia não se destacam, com certeza por estarem exatamente onde deveriam estar. Parabéns ao  autor e diretor Luiz Henrique Dias, à Gabriel Pasini, à toda equipe.
Minha vontade de voltar, aumentou um pouquinho mais! Se eu fosse vocês, não perderia!




até 04 de setembro 
sabado 20:30hs
domingo 19:30hs
Teatro da Lupah - Rui Barbosa, 1172 sala 2
teatrodoexcluido@gmail.com

quarta-feira, 20 de julho de 2011

ESSAS MULHERES MARAVILHOSAS...

 
Agradeço à todas:

Joyce Warken, Amanda Capelani, Wendy Fu, Anaisa Biesdorf, Ana Luiza Schwab, Leticia Zanchett, Renata Paz, Neila Patricia Antonolli, Pamela Ferrari, Mariana Szadikoski, Barbara Jayane, Jessica Jupa, Patricia Fontanella, Aline Zilli, Camila Buschmann


Todas vocês, belas mulheres que fazem todas nós do sexo feminino, nos sentirmos orgulhosas por pertencermos à esta "casta", porque carregam nos gestos, nos olhares, na leveza, toda a poesia e a elegância do "gênero". Obrigada mesmo por estarem aqui, participando desta idéia, que deseja apenas valorizar e homenagear  "a principal personagem" do meu trabalho ao lado do BETO PRESTES!

Por motivos "legais"as "bonequinhas" viraram PRINCESAS, e com certeza é "sintomático" o valor agregado à esta mudança de nome... recebam  agora o título de"nobreza" rsrsrsr pelo menos no meu espaço, no meu BLOG, é assim que vou tratá-las!  Vocês que trouxeram mais brilho e glamour à este espaço virtual que tenho imenso carinho! 

Uma irá ganhar um Ensaio Fotográfico,que acreditem, é o que temos de melhor à oferecer. E para provar o valor e a importância de  cada uma das "belas" juntaram-se à nós pessoas e empresas de reconhecimento e qualidade indiscutível. Agora somos: "WYNIALOPES&BETOPRESTESPRODUÇÕES FOTOGRÂFICAS!  - BLUSH Modas & Acessórios - LETÍCIA SARÁBIA Acessórios - WOOD'S BAR Foz do Iguaçu - COLUNA SOCIAL ACONTECE, Katya Santos e PROGRAMA VOCÊ É O CHEF  e JOYCE WARKEN, Cabelo & Maquiagem! .

como será a escolha:

A foto de cada uma será postada na pagina


a "bela" que tiver mais "curtir" na foto será a vencedora e além do ensaio que será realizado durante o mes de agosto nas dependências do   WOOD'S BAR, será presenteada pela BLUSH e receberá um acessório "Letícia Sarábia"
Terá fotos publicadas na Coluna ACONTECE de Katya Santos... e quem sabe, uma deliciosa participação no programa VOCÊÉ O CHEF!
além de ser maquiada pela também PRINCESA JoyceWarken!  

para terem os votos válidos os friend's deverão primeiro "curtir" a pagina BLUSH

          

apenas os votos da vencedora serão conferidos!

a partir do momento que as fotos forem divulgadas no facebook estarão valendo os votos e o término será as 18:00hs do dia  31/07/2011
SORTE À TODAS!












 

domingo, 17 de julho de 2011

Meus olhos, minha janela...

Quando vou à janela e me ponho a olhar a paisagem, através de uma pequena brecha que fica entre dois edifícios, consigo alcançar um pedaço de muro do Batalhão da cidade, um corredor minúsculo de asfalto, luzes que brilham bem mal dispostas ao longe, uma torre não sei de quê, cerca de meia dúzia de árvores e um pedaço bem pequeno de céu que, para minha felicidade, ainda permite que a lua transite  alguns minutos por ali. Esses dias me concentrei  no muro e no asfalto, enquanto me esforçava pra decifrar um movimento que acontecia entre esses dois substantivos bem concretos, ele, aquele movimento, aquele trapo de vida que muitas vezes desvio do meu caminho, que vive pelas imediações, andando de um lado para outro, se agarrando a “não sei o quê” para manter-se   pulsando, que desmaia nas calçadas, de fome e de frio (porque dormir é para poucos), este de quem vos falo, pulando feito um cabrito assustado, em busca de um calorzinho quem sabe, se enfiando entre os carros só pra constranger os motoristas e as famílias que voltavam de jantares, de festas, de passeios, me roubou a paisagem. As luzes se apagaram e os  pensamentos  machucaram meu coração, dilaceraram a  minha auto imagem de “boa pessoa “, percebi o quanto tenho sido tijolo, porque fria e dura e insensível, tenho fechado meus olhos – minhas verdadeiras janelas – para tudo que possa me tirar do conforto da rotina, do equilíbrio, do insosso. Tenho escolhido a paisagem, tenho selecionado friamente, talvez para que “viver”  seja sempre muito bonito e agradável como a gente vê nesses sites de relacionamento.  Tenho construído muros para me livrar da angustia,  a angustia da responsabilidade, para me livrar de SARTRE.
Sou responsável por ele  mas preferi , até hoje, chamá-lo de “perdido”,” maluco”, “marginal”, “drogado”, como se todos esses adjetivos me tirassem a responsabilidade . Não tiram, mas, legitimam a hipocrisia, a “DIVA  da atualidade” que transita entre todos os “mundos”, com autorização e registro em sindicato! Vamos levantar bandeiras, vamos cuidar melhor dos animais, adotar um cãozinho perdido, abaixo as touradas etc, etc, etc...
Mas quem abraça o seu igual¿ quem lhe oferece abrigo¿ quem lhe dá de comer¿  - “Ah mas um prato de comida não vai fazer diferença”- realmente, não faz, não para quem não tem fome!  Tenho vergonha de ter fechado os olhos, tenho mais vergonha ainda de não saber  o que fazer, não saber o que fazer com todos os “eles” que têm atravessado assim, sem pedir licença, o meu caminho! Talvez você os tenha visto por ai, virando um lixo, implorando um pedaço do teu “sandwich”, pedindo “dois real”  para encher a cara no boteco (confesso que é isso que eu faria) ou misturados  à vira-latas sobre caixas de papelão para amenizar o frio! Ainda de olhos fechados,  que é quando melhor me vejo,  quero seguir a luz,  não àquelas que ele me roubou,  mas,  está muito,  muito  escuro!  E em meu silencio constrangedor, percebo que há um Caminho, uma Verdade, uma Vida e que para bons  entendedores,  poucas palavras bastam!

É isso que tenho por hoje, acho que já descasquei parede demais!  




Este texto foi publicado da REVISTA VIE CATARINA  Nr 2 
acesse o link e veja a revista online
http://ver.viecatarina.com.br/
 

domingo, 10 de julho de 2011

"Pay it Forward"



Me acabei em lágrimas assistindo  "A Corrente do Bem",  lançado em 2000 nos EUA e no Brasil em 2001.  Um pouco atrasada, um pouco fora de época, assim como a mensagem do filme, acredito que as coisas escolhem as pessoas na hora certa, se esse filme chegou agora para que eu o assistisse , é porque meu momento está em ressonância com ele, pelo menos é assim que tem acontecido minha vida, em quase tudo tem sido assim, com livros, com trabalhos, com pessoas, com comidas etc... tudo chega à mim quando eu preciso, muitas vezes para me trazer mais conhecimento, outras para esclarecer dúvidas e ainda para que eu veja que estou errada, mas, surpreendentemente tem acontecido e o filme em questão chega em um momento em que me questiono "enquanto agente de mudanças", sou ou não sou capaz de fazer diferença? afinal, nossos atos, estão ou não estão ajundando a escrever a história?  até que ponto eu  tenho sido apenas um mero adereço, um enfeite (mesmo que desajeitado) para compor a nossa linda paisagem? me incomoda a minha passividade diante de tanta bizarrice, tando desaforo, tanto terror.   Bom, assisti o filme e adorei a mensagem, muito mais, eu acredito nesta possibilidade. Sou romântica, sou idealista (agora com muita cautela), sou "ingênua", porque não quero levar vantagens em meu relacionamentos, não quero levar vantagem em meu trabalho, não quero me aproveitar da distração de ninguém, tem sido assim minha vida toda, é herança de pai e mãe... talvez por isso eu ainda não tenha ido estudar teatro na Alemanha, talvez por isso minha vida não tenha sido tão fácil como alguns pensam. Me tomam por "tola",  sim, porque já vi nos olhos de muitos "espertos" esses pensamentos, mas eu pergunto: e dai? há algum mal em ser assim? cada um a seu modo que passe adiante o que acha que vale a pena... eu quero passar o melhor de mim, quero continuar tola e ingênua, na verdade eu preciso continuar assim! Embora eu não seja pessoa de meias palavras, não quero ferir ninguém, muitas vezes tenho sentido olhares de desconfiança, de julgamento, porque creiam, sou romântica no modo em que acredito que a vida pode ser, mas, mais do que isso,  aprendi a ler muito mais que as palavras que me apresentam, ouvir muito mais do  que as palavras que dizem, ver além das imagens que me propõem ! Alguns vão beber do copo e achar insípido, já outros, só os cronópios, esses  beberão uma "água com  açucar" com gosto de fel! 


sexta-feira, 8 de julho de 2011

POÇÃO

 Receita de POÇÃO para espantar o frio e atrair bom humor

Ingredientes:

2 litros de vinho tinto suave (daqueles baratos, tipo Campo Largo são os ideias)
1 copo americano de açúcar (pode ser  1 e meio se gostar mais docinho)
1 copo americano de água
3 paus de canela
rodelinhas de gengibre
cravo da india
lasquinhas da casca de meia laranja

MODO DE PREPARO

Coloque todos os ingredientes em um CALDEIRÃO (se for iniciante e não tiver caldeirão, pode ser uma panela mesmo). Leve ao fogo e mexa periodicamente , quando estiver levantando fervura, mexa 23 vezes para o sentido horário e 23 para o sentido anti horário cantando a música de tua preferência, aquela que te faz bem feliz, que te traz boas recordações!  se preferir chame todos os convidados (que devem ser no máximo quatro pessoas, mais você para que fiquem em número impar) para cantarem juntos, em uníssono!

O TOQUE ESPECIAL... DA POÇÃO ( ingredientes e modo de preparo)
2 gemas, 2 colheres de sopa bem cheias de açúcar,  duas gotas de essência de baunilha (para quebrar um possivel gosto de ovo) bata tudo muito bem em uma caneca, até ficar cremoso e branquinho!

MODO DE SERVIR:

Prepare o ambiente proximo à um fogão à lenha, se não tiver pode ser lareira, se não tiver, pode ser aquecedor, se não tiver pode ser sofá e cobertor mesmo... selecione teus verdadeiros amigos, os aconchegue, separe cinco canecas de cerâmica coloque uma colher de gemada ao fundo de cada uma e cubra com a pocão que deve estar perigosamente quente eu diria "quase fervendo", distribua um a um, façam um brinde a esse momento e divirtam-se contando histórias e micos pessoais ou fazendo planos de belas viagens!  depois me contem como foi!  BOA SORTE!




LA VITA È BELA

 Assisti pela terceira vez o filme "A VIDA É BELA"  de Roberto Benigni, e tanto quanto a primeira, transbordei em lágrimas... a delicadeza como todos os assuntos pertinentes ao roteiro são tratados, é que me encanta e emociona, tanto quando  trata de amores, como de guerra... o tom é doce, é gracioso, não há sangue, embora ironias, isso torna o filme inesquecível, sem falar na "mais bela declaração de um amor verdadeiro",  amor que doa, que protege, que alimenta!


terça-feira, 5 de julho de 2011

Parafraseando!


Apesar de "exagerada", raspas e restos não me interessam!
( Wynia Lopes )

Vã filosofia...

 
 
'Bom dia à todos que, como eu, têm telhado de vidro e por isso muitas vezes fica horas olhando as estrelas sem muita preocupação, ao contrários dos outros que passam os dias carregando e armazenando PEDRAS com a preocupação de serem perfeitos no alvo que é o telhado do vizinho! que venha o sol!'
Wynia Lopes

domingo, 3 de julho de 2011

um belo pingente!

AMO COLARES E PINGENTES ENORMES! COMPENSO ASSIM, A AUSENCIA DOS BRINCOS! ESTE PINGENTE ESTÁ UM ARRASO NO PESCOÇO DA BELA! ADOREI!
WOOD'S BAR - Foz do Iguaçu

terça-feira, 21 de junho de 2011

Um mergulho na história!


Na noite de ontem, dia 20/06/2011, por um “feliz acaso”,  estive no lançamento do site  que reescreve,  “agora no mundo virtual”  as mais de 350 edições do jornal NOSSO TEMPO  ( entre 1980 e 1989 que circulou em Foz, região, Paraguai e Argentina ) – Depoimentos  breves e ainda assim calorosos de seus três fundadores Juvêncio Mazzarollo, Aluízio Palmar e Adelino de Souza me fizeram viajar no tempo, mesmo sendo estranha à essa terra (oeste do Paraná), confesso ter ficado comovida ao ouvir as sinceras declarações de como era feito o jornalismo em uma época difícil, sem muito recurso, e cheia de perseguições políticas... uma verdadeira aventura, um pouquinho, ou melhor, “muito das histórias vividas por personagens que construíram esta cidade que agora também é minha cidade, minha porque me acolheu, minha porque depois da noite de ontem algo em mim se moveu, quando ouço e vejo registros tão verdadeiros (as manchetes das capas expostas no local são memoráveis “nuas”, “diretas”, “inteligentes”), volto a acreditar na redenção, na união e na luta!
Ontem como bem comentou o Sr. Aluizio Palmar, uma importante parte da trajetória de Foz do Iguaçu, saiu do fundo de um armário e ganhou o mundo, se “escancarou” para que todos, principalmente nós que vivemos nesta cidade, saibamos sob que condições estamos hoje aqui e principalmente para aprendermos com tudo que já foi dito, que já foi feito, é nossa história, eu diria até, “nossa história articular”, que ganha vida! O “jornalista”, ontem,  o “engajado”, o “comprometido” ganhou um lugar especial no meu coração! 

Parabéns aos envolvidos nesta iniciativa: MEGAFONE – Rede Cidadania na Comunicação, Itaipu Binacional,  Uniamérica, Guatá – Cultura em Movimento



Acesse o site e mergulhe na história!

sexta-feira, 17 de junho de 2011

UM LUXO!

A  beleza indiscutível de  Dayana Friedrich,  encerra a seleção de lindas mulheres que desfilam charme e sensualidade nas animadas noites do WOOD'S BAR em Foz do Iguaçu!  
Em julho estarei novamente prestigiando e divulgando, com enorme prazer, a beleza das mulheres da região Oeste! Nos vemos!

UM LUXO!

Mariana Szadkoski - enfim a Linda e doce Mariana, presenteia a noite sertaneja de Foz com sua beleza...com certeza não poderia estar de fora desta "festa" de mulheres bonitas!
WOOD'S BAR - 11/06/2011

UM LUXO!

Barbara Jayane - um "luxo" ! - WOOD'S BAR 11/06/2011